close
logorovivo2

ABSOLVIDO: Professor preso acusado de molestar menina de 11 anos é solto em Rondônia

Luiz admite ter mantido relações sexuais com a mulher, mas teria se arrependido da traição e contado à esposa sobre o caso, já que não pretendia continuar com a amante

FOLHA DO SUL ONLINE

10 de Junho de 2018 às 07:36

ABSOLVIDO: Professor preso acusado de molestar menina de 11 anos é solto em Rondônia

FOTO: (Divulgação)

A juíza Márcia Regina Gomes Serafim absolveu e mandou soltar o professor de 64 anos, preso sob acusação de abuso sexual contra uma criança de 11 anos na cidade de Cabixi. 
 

Ao julgar a denúncia apresentada pelo Ministério Público, com base na acusação da menina, a magistrada ouviu outras testemunhas e o próprio educador, que negou ter cometido o abuso. Uma conselheira tutelar de Cabixi, também ouvida, disse ter se espantado com o fato de a mãe de uma garota supostamente abusada não ter demonstrado tristeza diante do fato.

Segundo a versão do denunciado, que é educador de trânsito em Cabixi, identificado como Luiz Alcides da Silva, uma relação extraconjugal entre ele e a mãe da menina que o acusa, pode ter sido o motivo de todo o episódio. 

Luiz admite ter mantido relações sexuais com a mulher, mas teria se arrependido da traição e contado à esposa sobre o caso, já que não pretendia continuar com a amante.
 

No curso do processo, outras testemunhas deram depoimentos em favor de Luiz, e uma chegou a dizer ter ouvido a mãe da menina orientando-a a prejudicar o acusado.

A ação da mulher seria, segundo alega o próprio Luiz, um ato de vingança pelo fato de ele não querer mais manter o caso amoroso.
 

Ao absolver o idoso da acusação, a justiça entendeu que não havia elementos suficientes, nas declarações e provas apresentadas, para condená-lo.

Ao sair da cadeia, Luiz foi recepcionado pela esposa e os quatro filhos, conforme mostra a imagem que ilustra esta reportagem.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS