close
logorovivo2

JULGAMENTO: Testemunha é obrigada assistir execução de homem por membros do PCC

A testemunha contou ainda para a polícia que um dos criminosos usava tornozeleira de monitoramento eletrônico e os quatro afirmavam serem do PCC

RONDONIAOVIVO

17 de Junho de 2018 às 08:03

JULGAMENTO: Testemunha é obrigada assistir execução de homem por membros do PCC

FOTO: (Rondoniaovivo)

Márcio José Carmo dos Santos, 38, foi brutalmente morto com golpes de pauladas na cabeça durante a madrugada deste domingo (17) em um terreno baldio na Rua Nunes Machado com Avenida Imigrantes, bairro Costa e Silva, zona Norte. O crime teria sido praticado por integrantes da facção criminosa PCC - Primeiro Comando da Capital. Um homem de 32 anos foi obrigado a assistir toda a execução.

 

De acordo com informações prescritas em boletim de ocorrência, quatro criminosos em um carro modelo Corsa Sedan de cor preta e vidros fumê, abordaram o homem na Rua José de Alencar, próximo da Avenida Pinheiro Machado, na região Central da capital.

 

Armados com três pistolas e possivelmente um fuzil, o bando exigiu que a testemunha entrasse no carro onde a vítima já estava. Na sequência, todos seguiram para o terreno baldio. No local, Márcio foi questionado sobre uma dívida de droga e também indagaram a testemunha se ela era informante da polícia (X-9). 

 

Logo depois, Márcio foi atacado com várias pauladas na cabeça, tendo o rosto desfigurado. O bando pediu para a testemunha ficar calada e fugiu no automóvel. 


A testemunha correu até o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) que fica nas proximidades e informou o ocorrido. Uma guarnição da Polícia Militar foi ao local e solicitou equipes do Samu, Perícia Técnica e do IML, além de agentes da Delegacia de Homicídios. 

 

A testemunha contou ainda para a polícia que um dos criminosos usava tornozeleira de monitoramento eletrônico, os quatro afirmavam serem do PCC e perguntaram se o homem já tinha assistido um julgamento da facção criminosa.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS