close

ELUCIDADO: Polícia prende autor de latrocínio de ex-cabo do Exército na zona Leste

Após roubar um celular, o bandido fugiu, porém, a vítima saiu correndo atrás do criminoso e ambos teriam entrado em luta corporal

RONDONIAOVIVO

26 de Julho de 2019 às 09:37

ELUCIDADO: Polícia prende autor de latrocínio de ex-cabo do Exército na zona Leste

Ex-cabo do Exército que foi morto durante assalto na zona Leste FOTO: (Divulgação)

Confira a coletiva da polícia gravada ao vivo:

 


A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Patrimônio, sob o comando do delegado Marcelo Resem prendeu na manhã desta sexta-feira (26) Henrique José A., 23, acusado do latrocínio que vitimou o ex-cabo do Exército Franc Guimarães Borges, 29. A prisão contou com o apoio da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCC).

 

Henrique José A., 23

 

O crime aconteceu na noite da última sexta-feira (19) na Rua Cabedelo, bairro Marcos Freire, zona Leste de Porto Velho (RO).

 

VEJA MAIS

 

 

O crime


Segundo testemunhas, Franc estaria dentro de um carro esperando a esposa que fazia um orçamento em um ateliê, quando foi abordado pelo bandido em uma bicicleta anunciando o assalto. Após roubar um celular, o bandido fugiu, porém, a vítima saiu correndo atrás do criminoso e ambos teriam entrado em luta corporal.

 

Durante a briga, o bandido atirou na nuca da vítima, que morreu na hora. O criminoso fugiu abandonando a bicicleta no local.

 


Após intensas investigações e denúncias de testemunhas por meio do telefone 197 da Polícia Civl, a Delegacia de Patrimônio prendeu o latrocida na residência de familiares, no município de Itapuã do Oeste. Ele tem outras passagens na polícia e estava respondendo por roubo, portanto um reincidente. Em Itapuã, segundo a polícia,  Henrique estava vivendo normalmente e inclusive frequentando a igreja junto com familiares.

A vítima foi morta na frente da esposa de 25 anos e filha de  quatro anos.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS