close
logorovivo2

Os herois caminhoneiros nos representam. Eles tentam ajudar a salvar o Brasil

POR SÉRGIO PIRES

25 de Maio de 2018 às 11:58

Os herois caminhoneiros nos representam. Eles tentam ajudar a salvar o Brasil

FOTO: (DIVULGACÃO)

Eles são sofredores. Vivem longo de suas famílias. Correm grande risco de vida todos os dias. Ninguém mais que eles merecem serem considerados símbolo dos brasileiros trabalhadores, que lutam para sustentar suas famílias com muita dedicação, sacrifícios e salários insuficientes para uma vida digna. Não há outra categoria, além dos caminhoneiros, para representar melhor a indignação do país, para com o vergonhoso aumento dos combustíveis, que torna a vida da população um inferno; que pode acabar em desabastecimento total; que pode representar a volta da inflação galopante, porque,  quanto menos produtos estiverem nas prateleiras dos mercados, mais caros eles se tornam. Quando a Petrobras foi assaltada por políticos ladrões do PT e dos seus aliados, que quase a destruíram, já se sabia que quem pagaria a conta seria o brasileiro comum. Não deu outra! Somando-se a esses prejuízos bilionários que a estatal teve, pelos roubos, o cenário internacional também contribuiu para que os preços se elevassem às alturas. Um outro ingrediente, importante, somou-se a tudo isso: a absurda, doentia, lamentável incompetência o governo brasileiro, liderada pelo pífio Michel Temer, que assistiu, de braços cruzados, ao assalto ao bolso dos consumidores brasileiros e não tomou atitude alguma para coibir essa sacanagem. Só começou a se mexer, na marra e pressionado, quando a coisa chegou onde chegou. É uma tristeza, todos nós, que vivermos sob o tacão da roubalheira, da vergonhosa omissão, da total incompetência, termos ainda que pagar a conta.

 

 

Pois os caminhoneiros são, mais uma vez, nossos heróis. Com exceção daqueles que interditam  BRs e outras rodovias (o que é crime, não importam os motivos), todos os que cruzaram os braços e pararam seus caminhões nas laterais das estradas, merecem o total apoio. Enquanto isso, donos de postos, que deveriam ir para a cadeia, já estão aumentando o preço do combustível de forma abusiva. Em Fortaleza, um posto já cobrava 8 reais o litro. Em Rondônia, alguns empresários espertos também aumentaram vergonhosamente os preços, para ter mais lucro. Em todo o país, é esse o tipo de vampiro de sempre, que vocifera contra o governo, mas é tão canalha quanto os ladrões que assaltam os cofres públicos. Na BR 364, ontem, havia pelo menos 12 pontos de paralisação, com centenas de caminhões sem sair do lugar. A Eletrobras avisa que tem que racionar energia em Buritis e distritos da região, porque não tem óleo diesel para suas usinas termoelétricas. Em alguns mercados, há produtos já em falta. No Brasil inteiro, a situação é de enorme preocupação. Se não houver uma resposta urgente do governo Temer, a situação pode se transformar em  caos. Estamos agora nas mãos dos caminhoneiros. Que eles nos representam da melhor forma que puderem, para salvar nosso país.

 

 

PROPOSTA VERGONHOSA

 

O governo brasileiro, acostumado a enrolar, mentir, enganar, entrou numa fria, no final da tarde desta quinta. Chamou os representantes dos caminhoneiros para negociar uma trégua e apresentou uma proposta pornográfica, sacana, vergonhosa. Pediu um “voto de confiança” e um prazo de 90 dias para apresentar uma proposta para diminuir o preço dos combustíveis. O presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros, a Abcam, José da Fonseca Lopes, postou um vídeo nas redes sociais, dizendo que a entidade se retirou da reunião com representantes do governo e que os associados devem decidir se continuam ou não o movimento, mas deixando claro que, se não o fizerem, poderão continuar sendo “enrolados”. Segundo Fonseca Lopes, “o governo nunca cumpre metade do que promete e a outra metade engaveta”! É importante que a população apoie o movimento de paralisação dos caminhões, porque se não o fizer, continuará sendo enganada; continuará pagando os mais altos impostos do mundo e, ainda, os preços abusivos dos combustíveis.

 

TRANSPORTE ALTERNATIVO

 

Em plena crise de abastecimento que se desenha no país, com a greve dos caminhoneiros e fechamento de inúmeras rodovias, o governador Daniel Pereira foi criativo, em seu discurso, na abertura da Rondônia Rural Show, feira que também está sendo prejudicada pelos inúmeros bloqueios na BR 364, tanto na direção de Vilhena quanto na de Porto Velho. Entre outras propostas para várias questões que envolvem o campo, o Governador rondoniense também se manifestou sobre a importância de termos alternativas viáveis de transporte, principalmente os por via férrea e, na nossa região, os por via aquática, com hidrovias que possam acentuar nosso sistema de transporte e abastecimento. Daniel também abordou a questão da regularização fundiária, alegando que ela é o melhor caminho para acabar com a violência dos conflitos agrários. E destacou ainda a importância da educação ambiental, sublinhando que se preocupa com a questão “não por modismo, mas pela necessidade de garantir qualidade de vida às futuras gerações”! A Rondônia Rural Show, realizada em Ji-Paraná, em sua sétima edição, encerra neste sábado, com previsão de negócios acima de 700 milhões de reais.

 

ESTREIA COM SUCESSO

 

Estreando num evento de grandeza internacional – a feira tem participação de expositores brasileiros e estrangeiros e delegações de Cuba, Coreia do Sul, Argentina, Bolívia e países africanos – o prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto, não conseguiu esconder sua alegria em estar sediando um evento de tal grandeza. Há pouco mais de um mês ele assumiu o comando da Prefeitura, já que seu companheiro de administração, Jesualdo Pires, deixou o cargo para disputar uma cadeira ao Senado. Marcito destacou a participação de 460 expositores, numa área de 50 hectares e os 190 milhões de negócios feitos antes mesmo da feira começar, prevendo-se um número superior a 700 milhões, no volume final de negociações da Rondônia Rural Show.  Com o sucesso do empreendimento, Marcito sublinhou também a pujança econômica da sua cidade, que continua sendo uma das mais oferece empregos em todo o país. O prefeito de Ji-Paraná, durante a feira de quatro dias, esteve sempre presente, com sua equipe, recebendo autoridades, participando das iniciativas comerciais e fazendo todo o esforço para que tudo ocorresse com o maior sucesso possível. Suas missões, nesta sua primeira participação na Rondônia Rural Show, certamente foram cumpridas com sucesso!

 

HERMÍNIO E O GRANDE SUSTO

 

O combativo deputado Hermínio Coelho, deu um grande susto em seus familiares, amigos e eleitores, nesta quinta. O carro em que ele viajava para Ji-Paraná, onde iria também participar da Rondônia Rural Show, sofreu um acidente em Ariquemes. O motorista que o conduzia perdeu o controle do veículo e só por muita sorte todos os ocupantes escaparam apenas com ferimentos leves e um grande susto. Hermínio sofreu uma luxação nos braços, teve que enfaixá-los, mas, a princípio, nada mais que isso. Um dos parlamentares mais populares da Assembleia, que não tem papas na língua e dos que dá um boi para entrar numa briga, mas uma boiada para não sair dela, Hermínio  está em campanha para mais um mandato como deputado. Os políticos, nesse período pré eleitoral, convivem mesmo com grandes riscos. Na corrida atrás do eleitor, em todos os quadrantes do Estado, eles viajam milhares de quilômetros, por estradas perigosas, tentando se firmar como nome viável e palatável ao eleitorado, para chegar a um mandato ou, como no caso de Hermínio, manterem-se em suas cadeiras. É bom redobrar os cuidados, porque com as estradas do jeito que estão, os riscos são mesmo enormes.

 

PRESIDENCIÁVEL TUCANO EM JI-PARANÁ

 

Rondônia recebe, nesta sexta, o primeiro dos muitos presidenciáveis. Geraldo Alkmin, o tucano que até agora não decolou nas pesquisas, estará em Ji-Paraná. Vai visitar a Rondônia Rural Show e, é claro, se reunir com dirigentes e membros do partido, tanto da Capital, que lá estarão, como da região central do Estado. Alkmin começa a percorrer o país, tentando melhorar sua performance nas pesquisas. Por aqui, vai debater com o comando regional (a deputado federal Mariana Carvalho é a presidente,  mas quem tem a grande maioria dos votos do diretório é o ex senador Expedito Júnior), sobre as perspectivas do PSDB em relação às eleições de outubro, em Rondônia. Por enquanto, o quadro no tucanato regional está sem clareza alguma. Expedito pode ser candidato ao Senado, ao Governo ou até não disputar nada. Mariana é, por enquanto, candidatíssima à reeleição, mas pode sair ao Governo, dependendo do rumo que Expedito tomar. Ora, com as duas principais lideranças do partido sem saber exatamente o que farão em outubro, Alkmin só poderá ouvir as histórias e aguardar os acontecimentos. Mesmo assim, a presença do ex governador paulista e um dos nomes mais importantes da política nacional, é uma notícia interessante para Ji-Paraná, que nesse momento sedia uma das maiores feiras do agronegócio do país e a maior a região norte.

 

NOSSO ESPECIALISTA NA TV NACIONAL

 

O advogado rondoniense Juacy Loura Júnior deu um show de informações em entrevista que concedeu, em rede nacional, pela Record News, para o jornalista Heródoto Barbeiro. Especializado em direito eleitoral, inclusive já tendo atuando no TRE do Estado como Juiz,  ele falou sobre a importância da Justiça Eleitoral e abordou também a situação do ex presidente Lula, que está preso e, sob o ponto de vista legal, ainda assim poderá pleitear o registro da sua candidatura. O programa, que foi ao ar na noite de quarta-feira, teve grande audiência não só aqui no Estado (pela Record News Rondônia, Canal 31, na TV Aberta e que é  apresentado simultaneamente em várias emissoras de TV fechada) , como também em todo o país. A Record News é a única emissora da TV aberta brasileira que transmite notícias 24 horas por dia e seu publico cresce ano a ano. A presença de um rondoniense, num programa tão importante e em rede nacional, mereceu registros de centenas de telespectadores, elogiando o advogado Juacy Loura Júnior e sua competente performance. Como já acontece aqui em Rondônia, onde é sempre consultado quando o assunto se relaciona com questões eleitorais, Juacy agora se transforma também num nome nacional.  

 

PERGUNTINHA

 

Qual sua opinião sobre as aparições-relâmpago de Marina Silva, apenas nas crises, como agora, quando criticou o presidente Temer de agir tardiamente na crise dos caminhoneiros?

MAIS COLUNAS

Sérgio Pires

Colaborador do Gentedeopinião: Sérgio Pires, experiente jornalista e que atua na SIC TV e diariamente apresenta o "PAPO DE REDAÇÃO" na rádio Parecis FM.

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS