close
logorovivo2

Denuncismo perigoso

POR VALDEMIR CALDAS

4 de Abril de 2018 às 09:58

A onda de denúncias envolvendo setores da administração do prefeito de Porto Velho, doutor Hildon Chaves, se tem prestado para toda sorte de oportunismo, também revela à sociedade certas interpretações que em nada ajudam a vencer os percalços na caminhada por uma democracia mais sólida.

 

Poucas foram às vezes em que se conseguiu ir fundo na apuração de denúncias praticadas contra o erário. Igualmente não têm sido muitas as oportunidades em que interpretações se teceram à sombra de uma crise administrativa que se espraia e deixa poucas alternativas de solução.

 

O prefeito Hildon Chaves não pode perder o controle do barco, deixando-se seduzir pelo canto de sereia de pessoas que não têm compromissos com a cidade, cantada por ele em prosa e verso, durante a campanha eleitoral, e, principalmente, com a melhoria da qualidade de vida da sua gente mais sofrida.

 

É preciso chamar para si a responsabilidade e mostrar que tem alguém mandando, determinando as providências legais, não somente no que se refere à compra da cal, mas em tudo que abraçar a mais tênue suspeita. Afinal, o total empenho da autoridade municipal no esclarecimento dos fatos, mais que uma satisfação dada aos meios de comunicação e aos acusadores, é peça indispensável à retomada da significativa perda da credibilidade provocada por esse e outros atos administrativos.

 

A cidade está repleta de buracos. O transporte coletivo vai de mal a pior. A saúde municipal foi para as calendas. Denúncias envolvendo a má aplicação de recursos públicos existem em todos os setores da administração, por isso precisam ser apuradas, doa em quem doer, alcance quem alcançar, porém, até que se prove o contrário, doutor Hildon Chaves continua sendo uma pessoa íntegra, merecedora, portanto, do respeito de todos os seus concidadãos.

MAIS COLUNAS

Valdemir Caldas

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS