close

Escolha seletiva

POR VALDEMIR CALDAS

5 de Novembro de 2019 às 14:50

No momento em que as ambições politicas se assanham no município de Porto Velho, movidas pela aproximação das eleições municipais, com o politiquismo lutando, desesperadamente, para manter-se na crista da onda politica, tornar-se imperioso que o eleitor redobre os cuidados para não cair, mais uma vez, na conversa afiada de maia dúzia de espertalhões.

 

Porto Velho está imerso num pântano de dificuldades, com relevo para os setores da saúde, educação e saneamento básico. Por isso, as nossas representações politicas precisam corresponder à dinâmica dos anseios populares e às aspirações coletivas, amadurecidas no tempo, não impostas de cima para baixo por cúpulas ou dirigentes partidários.

 

As eleições municipais vindouras precisam exprimir o pensamento politico em evolução. Nada de deixar-se levar pelo canto de sereia ou promessas mirabolantes, que vão do nada a lugar nenhum. O voto precisa ser consciente, construtivo, seletivo e fecundo. Esse negócio de votar no candidato só porque ele é seu amigo ou amigo de seu amigo é atirar no escuro. O problema é a balar ricochetear e acertar em cheio o atirador.

 

Lembre-se de que, se escolhermos errado os que vão nos representar, a partir de 2021, por certo, teremos os nossos sofrimentos aumentados. A escolha, como eu disse, precisa ser nos melhores, consolidada nos critérios da honestidade, competência, seriedade e transparência, dentre outras qualidades.

 

Não se esqueça de que as más escolhas é que dão causa aos desmandos e as picaretagens, patrocinadas com o dinheiro público. Os exemplos estão ai, para quem quiser vê-los. No final, quem paga somos nós. Oficialmente, a campanha eleitoral ainda não começou, mas já tem gente falando que é representante desse ou daquele bairro, dessa ou daquela categoria profissional.

 

Olho vivo, eleitor! Estão querendo enganá-lo, mais uma vez. Bobo você se embarcar nessa canoa furada. Procure votar corretamente, recrutando para os quadros políticos os mais capacitados para a função pública, que saibam escolher as decisões mais úteis e adequadas à solução dos nossos problemas.

MAIS COLUNAS

Valdemir Caldas

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS