close
logorovivo2

BASTIDORES: Deputado Jair Montes cobra de Marcos Rocha explicações sobre cassação de eleitos

Segundo Jair Montes em tom ríspido disse que: “Eu não quero acreditar no que eu li”

O OBSERVADOR

25 de Outubro de 2018 às 10:15

BASTIDORES: Deputado Jair Montes cobra de Marcos Rocha explicações sobre cassação de eleitos

FOTO: (Divulgação)

O vereador e deputado estadual Jair Montes (PTC) reagiu com indignação a uma nota publicada pelo jornalista Sérgio Pires, onde afirma que o candidato Coronel Marcos Rocha (PSL), afirma que dois deputados estaduais podem ser cassados.

 

Segundo Jair Montes em tom ríspido disse que: “Eu não quero acreditar no que eu li” e completou que o coronel é apenas um candidato e já está ameaçando deputados eleitos, tem que citar nomes, pois senão colocam em cheque os 24 deputados estaduais eleitos em situação delicada.

 

E foi além dizendo que: “Que prisão não é regra, é uma exceção” e que vai cobrar publicamente que o candidato venha a público dizer os nomes dos deputados estaduais eleitos”.

 

O deputado estadual completou dizendo que vivemos em um estado democrático de direito e não num passado onde coronéis mandavam e o resto obedecia.

 

“Desafio aqui o candidato coronel Marcos Rocha a dizer os nomes dos dois deputados estaduais eleitos”, completou Jair Montes.

 

CONFIRA ABAIXO NOTA DO JORNALISTA SÉRGIO PIRES:

 

ROCHA ACUSA DOIS DEPUTADOS

 

Ele não deu nomes, mas denunciou. O coronel Marcos Rocha disse, em entrevista na quarta-feira, ao programa Papo de Redação, da Rádio Parecis FM, que pelo menos dois deputados eleitos podem perder seus mandatos e que, depois da eleição, ele vai processá-los. Chegou a afirmar que “poderá ter gente presa”. 

Ao protestar contra ataques que vem recebendo e taxando-os de “mentiras e invenções”, Rocha confirmou que já sabe de onde eles partem e disse claramente que ao menos dois parlamentares (não informou se são do grupo reeleito ou dos novos), já foram descobertos como mentores de ações que ele chama de criminosas contra ele e que “a composição da Assembleia Legislativa ainda vai mudar”, referindo-se, claro, ao fato de que os nomes a quem se referiu, sem citá-los, podem perder seus mandatos.

Rocha foi muito duro quando se referiu ao que chamou de ataques covardes e deixou claro que não vai considerar o assunto encerrado, depois do domingo. Visivelmente magoado, o candidato do PSL, não deu mais detalhes, mas falou com todas as letras que o assunto ainda pode dar muito rolo. 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS