close

ESPAÇO ABERTO: DESCASO!

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO

22 de Novembro de 2018 às 08:38

ESPAÇO ABERTO: DESCASO!

FOTO: (Arte/Rondoniaovivo)


NOA 1

 

Uma equipe do Núcleo de Operações Aéreas (Noa) foi acionado para prestar socorro na tarde desta quarta-feira (21) a três vítimas que estavam perdidas em uma mata no ramal Joana D' Arc, zona rural de Porto Velho. Um idoso morreu.
A ocorrência começou com o desaparecimento de um idoso de aproximadamente 65 anos  perdido na mata há quatro dias. Outras três pessoas saíram a procura, teriam encontrado o idoso ainda vivo, mas não souberam retornar.


 
Equipes do Corpo de Bombeiros obtiveram êxito em encontrar as vítimas muito debilitadas, porém, o idoso não resistiu. O helicóptero da PM foi acionado para socorrer as vítimas à uma unidade de saúde da capital. 

 

NOA 2


A ação para socorrer as pessoas perdidas na zona rural de Porto Velho foi rápida e produtiva embora, infelizmente, o idoso não conseguiu sobreviver. Ao ver esse trabalho de resgate com o helicóptero da PM fica a pergunta sobre onde anda e para que serve o helicóptero adquirido pelos bombeiros há mais de 2 anos. A aeronave foi comprada por milhões de reais com peças estragadas e nunca foi usada. O discurso politicamente correto do comando anterior dos bombeiros nunca levou a lugar nenhum e a população continua sem saber quem teve a brilhante ideia de avalizar a aquisição do helicóptero que talvez nem para museu vá servir.

 

MAIS VÍTIMAS


O caso envolvendo a morte de um brasileiro de aproximadamente 35 anos na província de são Juan, distante cerca de 170 KM de Santa Cruz, na Bolívia, pode servir de alerta para a descoberta de outros crimes envolvendo brasileiros no país. O rapaz teria sido enforcado e linchado após tentar cobrar uma dívida. Uma fonte da coluna, na Bolívia, promete repassar outras informações nas próximas horas . No local onde houve o crime não há posto policial e a delegacia mais próxima fica em Santa Cruz. Um boliviano que mora em Porto Velho e conhece bem a região disse que crimes como esse envolvendo o brasileiro costumam cair no esquecimento já que as autoridades policiais só costumam sair de Santa Cruz para investigações no interior em casos considerados muito graves. A família da vítima no Brasil e nós todos  solidários a dor dos familiares esperamos que LINCHAMENTO esteja no conceito de crime grave para as autoridades bolivianas.

 

INVESTIGATIVO


A coluna parabeniza o jornalista Paulo Besse do Rondonia ao Vivo pela reportagem inscrita no prêmio de jornalismo do Ministério Público. Besse tratou dos "invisíveis " , pessoas que moram nas ruas e são esquecidas pelo poder público.  A reportagem ficou em segundo lugar na categoria webjornalismo.

 

NOMEAÇÃO


A intenção do presidente eleito Jair Bolsonaro em nomear o filho, Carlos Bolsonaro, para a Secretaria de Comunicação do Governo já gerou manifestações de diversos setores e deixa dúvidas quanto a eficiência e rapidez com que as informações vão chegar até os veículos. O presidente eleito argumentou a assessores próximos que Carlos fez um excelente trabalho nas redes sociais durante a campanha e o isso o credenciaria para o cargo. Se esse for realmente o pensamento de Bolsonaro a perspectiva do novo governo para a comunicação não é das melhores. Até mesmo militares próximos ao presidente questionam  essa escolha e, em off, argumentam que o cargo deve ser ocupado por um jornalista experiente e com trânsito livre em todos os  veículos. Uma coisa é detestar a Globo e a Folha de São Paulo outra é fazer chegar aos veículos as boas ações e informações que a população necessita.

 

PROTEÇÃO


Menor envolvido na morte de motorista da Eucatur que se apresentou na Delegacia de Patrimônio nesta quarta-feira, 21, acompanhado de dois advogados, teria confessado participação no crime e pedido proteção ao delegado José Marcos, encarregado do caso. O adolescente estaria sendo ameaçado por comparsas e teme ficar na rua. Na segunda-feira, 19, a polícia já havia prendido no bairro Areal, região central de Porto Velho, uma rapaz de 18 anos, conhecido por Macaxeira, que seria o terceiro envolvido.

 

DESCASO


Moradores do bairro Aponia mandaram fotos para a coluna de uma dezena de bueiros abertos na rua Andreia. Separamos dois onde segundo a população carros, pessoas e motos já caíram. O empresário  José Barbosa, conhecido por Bira, disse que teve uma época que chegou a comprar cones para sinalizar os locais mas os sinalizadores acabaram sendo roubados. Os moradores da região afirmam que o problema  já dura um ano. Eles dizem ainda que já perderam a conta do número de ligações para a prefeitura relatando o problema. Com a palavra o poder público.

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaaovivo.com

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS