close
logorovivo2

100 DIAS: Governador Marcos Rocha faz balanço do inicio do mandato

Rondônia vai entrar em ciclo prospero de desenvolvimento econômico

PAULO ANDREOLI/RONDONIAOVIVO

15 de Abril de 2019 às 16:18

Na manhã desta segunda-feira (15) o governador Marcos Rocha (PSL) realizou uma coletiva de imprensa onde fez um alinhamento de expectativas para o ano de 2019 e respondeu perguntas de jornalistas. 

 


Acompanhado de todo seu secretariado, o governador Marcos Rocha disse que o cenário encontrado pela sua equipe é diferente do propalado pela antiga gestão. Elencou duas situações detectadas na administração estadual. Na primeira, o orçamento estadual possui despesas subdimensionadas. Na saúde, existe uma necessidade de pelo menos mais 120 milhões de reais e 100 milhões de reais para a segurança. Também citou descontos e concessões fiscais realizadas no período de setembro a dezembro de 2018.

 


Outro ‘buraco sem fundo’ ciado por Rocha é a divida do Beron (Banco Estado de Rondônia). Com valor mensal de 17 milhões de reais, o pagamento sangra o orçamento estadual. Neste sentido, Rocha fez diversas gestões em Brasília, inclusive com ministro Paulo Guedes, para encontrar solução para o problema que se arrasta há décadas. 

 


O inicio do governo, segundo o governador foi marcado num estudo aprofundado na busca da melhoria do serviço público com redução de custos. Citou que só nos primeiros 90 dias foi realizada uma economia de cerca de 85 milhões de reais com forma inteligente de gestão, além de mais 10 milhões com contratos não essenciais. Também citou a redução da tarifa da energia em 7,46% após mobilização de governo e bancada federal.

 


Nestes primeiros três meses, o DER – Departamento de Estradas e Rodagem realizou 1700 km de patrolamento e combate a atoleiros, mesmo durante período chuvoso. No meio ambiente, registrou-se um trabalho de desburocratização do licenciamento ambiental, inclusive para prefeituras do interior, que muitas vezes, tem dificuldade extrair cascalho para trabalho de conservação de estradas rurais.

 


Na educação, Marcos Rocha diz que pretende abrir novos colégios militares da Polícia Militar no estado e anunciou a criação de escolas geridas pelos Bombeiros Militares.

 

 

 

 


Na agricultura, citou a entrega de 1250 toneladas de calcário nestes primeiros 90 dias, além do transporte de outras 3000 toneladas transportadas até as propriedades rurais.

 


Na segurança pública, citou a entrega de 30 viaturas policiais, além da entrega de 300 equipamentos de ponta para digitalização da policia para o combate ao crime. Em futuro próximo as viaturas policiais de Rondônia contarão com câmeras de vídeo acopladas, registrando todas as operações policiais. A secretaria de segurança tem uma meta estipulada de reduzir em 30 % os crimes contra o patrimônio já em 2019.

 


Na manhã desta terça-feira (16), na presença do Ministro Sérgio Moro, o pacote especial de Rondônia de combate a corrupção.

 


Na saúde estadual, Rocha disse que será implantado o projeto SOS JPII com aumento imediato de 100 novos leitos contratados na iniciativa privada em Porto Velho. Será prioridade para o Governo,  a construção do HEURO em Porto Velho e a implantação de pequenos centros de Urgência e emergência. Questionado sobre a utilização do antigo prédio da Assembleia Legislativa como extensão do JPII, disse que estudos estruturais estão sendo realizados para viabilidade de utilização do prédio como unidade de saúde.

 


Marcos Rocha também anunciou que na próxima Rondônia Rural Show, cerca de 1000 títulos de regularização fundiária serão entregues para pequenos produtores rurais. Até 2023, Rocha pretende entregar cerca de 100 mil títulos rurais.

 


Não queremos ser um governo isolado, atrás de uma mesa’, garantiu Rocha. Entre inovações tecnológicas a criação de um APP que já está disponível no Google Play, que aproxima o cidadão do Governo, num canal direto. Trata-se do SEPOG Participativa, onde o cidadão pode enviar sugestões, denuncias e críticas. ( Clique aqui).

 


Finalizando, afirmou-se na coletiva, que Rondônia vai entrar em ciclo prospero de desenvolvimento econômico.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS