close
logorovivo2

PREVIDÊNCIA: Deputado rondoniense abre mão da aposentadoria especial do Congresso

Ele já abriu mão de carro oficial, motorista, telefone e ainda devolveu à comunidade o dinheiro dado como auxílio mudança

RONDONIAOVIVO - JOÃO PAULO PRUDÊNCIO

24 de Abril de 2019 às 14:59

PREVIDÊNCIA: Deputado rondoniense abre mão da aposentadoria especial do Congresso

FOTO: (Divulgação)

O deputado do Podemos (RO), Léo Moraes, está chamando a atenção pela forma como vem abrindo mão de benefícios assegurados aos congressistas brasileiros. Em seu primeiro mandato na Câmara Federal, ele já dispensou carro oficial, motorista, telefone e ainda devolveu à comunidade o dinheiro dado como auxílio mudança, “bônus” repassado a todos os parlamentares em início de mandato.

 

Nesta quarta-feira (24), o deputado divulgou nas redes sociais o ofício protocolado no Congresso no último dia 02 de abril em que ele abre mão da aposentadoria especial concedida aos deputados e Senadores.

 

Denominado Plano de Saúde de Seguridade Social dos Congressistas – PSSC, essa previdência especial dos deputados garante além de outras coisas, aposentadoria com proventos integrais; aposentadoria com proventos proporcionais; aposentadoria integral por invalidez permanente; aposentadoria parcial por invalidez permanente e pensão por morte ao segurado.

 

A não inclusão do fim de benefícios como esse é a principal queixa das vozes contrárias a Reforma da Previdência, uma vez que os gastos são milionários e as vantagens restritas a um pequeno grupo, fato que se não é ilegal é imoral, perante a realidade do país.

 

O projeto passou na comissão do Congresso que analisou a constitucionalidade da Reforma, porém o Governo Federal ainda precisa conquistar mais votos, já que dos 308 votos necessários para a aprovação do Projeto, atualmente, contam com o apoio de 109 parlamentares.

 

A expectativa é de que agora em debate na Câmara Federal, a Reforma da Previdência comece a incluir a retirada da previdência especial de autoridades políticas e judiciárias, tal qual a Reforma apresentada faz com o trabalhador comum com o argumento que é um “sacrifício” pelo bem do Brasil.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS