close
logorovivo2

ESPAÇO ABERTO: Dois protestos simultâneos em uma Porto Velho sem comando

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

8 de Maio de 2019 às 08:27

ESPAÇO ABERTO: Dois protestos simultâneos em uma Porto Velho sem comando

FOTO: (Rondoniaovivo)

PARA AS MULHERES


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia abre as inscrições para mulheres interessadas em participar do Projeto DELAS: Lutas e Artes Marciais. O projeto é fruto de uma parceria entre o IFRO e a Secretaria Nacional de Política para Mulheres. O projeto irá ofertar atividades de lutas e artes marciais para meninas e mulheres a partir dos 12 anos de idade, em situação de vulnerabilidade socioeconômica e/ou expostas a riscos sociais.


Serão ofertadas 800 vagas, distribuídas conforme o quadro abaixo:

 

 

Campus/Núcleo

Modalidade

Nº Vagas

Ariquemes

Muay Thai

100

Judô

100

Ji-Paraná

Muay Thai

100

Judô

100

Porto Velho Zona Norte

Muay Thai

100

Judô

100

Vilhena

Karatê

100

Kickboxing

100

Total

800

 

 

As inscrições estarão abertas até o dia 24 de maio de 2019 e deverão ser feitas através do preenchimento de formulário online, no link:https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdZ1-c_jCpEDTjPU66pOIcubDq3R9bQRHAKrkEppnDVzD1wAA/viewform

 

 

 

 

 

BANAL


A foto do buraco sinalizado com um pneu chama a atenção, claro, mas, infelizmente, é uma banalidade em nossa capital. De Norte a Sul da cidade existem dezenas de crateras cobertas com entulho. Tem morador de rua que já “mobiliou” o espaço onde vive com geladeira, fogão, sofá, mesas e cadeiras que são usados como sinalização. Quem resolve o problema? Bom, eu e uma enorme parcela da população achamos que deveria ser o poder público mas em uma cidade onde o gestor público não consegue dar conta do básico fica difícil apontar alguém para providenciar a solução.

 

 

 

 

 

BRASIL EM ÚLTIMO LUGAR 

 

O Brasil está em vexatório último lugar, no mundo, entre os 44 países que publicaram ao menos mil trabalhos científicos ao longo de 2017, ano do levantamento mais recente. O número de artigos foi razoável, 73,6 mil no total, mas os 5,1 mil trabalhos na área de ciências sociais não produziram impacto minimamente relevante: apenas 711 citações, de acordo com índice mundial de Citações Por Publicação (CPP), segundo estudo divulgado pela Scimago Journal & Country Rank. 

 

 

TEM MAIS


Considerados os 158 países cujas pesquisas em ciências sociais foram mais relevantes, o Brasil, oitava maior economia, está em 78º lugar. A produção acadêmica da Suíça em ciências sociais é metade da brasileira, mas tem mais que o dobro em citações (CPP): 1,5 mil. Referência do “capitalismo opressor e insensível”, os Estados Unidos fizeram 64,5 mil pesquisas sociais, quase 13 vezes a mais que o Brasil.

 


JÁ ESTÁ VALENDO


Já está assinado pelo  presidente Jair Bolsonaro o decreto que regulamenta a posse, o porte e a comercialização de armas e munições para caçadores, atiradores e colecionadores.

 

O documento trata também da desburocratização, comercialização e importação de armas e munições. Contempla a facilitação do transportre de armas, o aumento da dotação da munição, dentre outras. 

 

Em janeiro, numa das primeiras medidas de governo, Bolsonaro flexibilizou a posse de armas de fogo no país. Com a medida, os critérios para registro e posse de armas ficam mais objetivos e, na prática, qualquer cidadão de 25 anos ou mais, sem antecedentes criminais e com emprego e residência fixa, poderá ter em sua posse até quatro armas de fogo. 

 

 

 

 


CHANCE NA MAIOR CIA DO MUNDO


Começam, nesta sexta-feira (10/5), as inscrições para o processo seletivo de novos bailarinos da Escola do Teatro Bolshoi Brasil, que fará pré-seleção em Porto Velho no dia 18 de maio, no Ginásio Cláudio Coutinho. As inscrições devem ser feitas até o dia 15 de maio, às 23h59 (horário de Brasília), no site www.escolabolshoi.com.br, onde está disponível também o edital. O valor da inscrição é R$ 25,00 e pode ser pago até o dia 17 de maio. 


As vagas são para os nascidos nos anos de 2001 a 2010, de ambos os sexos, para bailarinos e não bailarinos. A Escola Bolshoi fica em Joinville, Santa Catarina. O resultado da pré-seleção será divulgado no dia 20 de maio no site da escola.

 

 


NÃO IMPORTA CONDIÇÃO SOCIAL


O Bolshoi, além de ser a maior e mais reconhecida companhia de balé do Mundo também é uma referência para quem luta por um sonho. A disciplina e a dedicação são o carro chefe para os jovens conseguirem trabalhar no balé. Desde 2011 quando a Companhia abriu vaga para pessoas de fora da Rússia apenas dois brasileiros conseguiram ingressar no Bolshoi. Erick Swolkin, do interior de Santa Catarina, e Bruna Gaglianone, uma jovem simples e pobre nascida em Caxias, interior do Maranhão. Antes de completar nove anos, Bruna mudou-se para a capital onde começou seus estudos de balé. Incentivada pela professora, participou da seleção da Escola do Teatro Bolshoi, onde foi aprovada em primeiro lugar, aos doze anos. Bruna é um excelente exemplo para os jovens de Rondônia que tem o mesmo sonho que ela teve.

 

 

 

 

 

NINGUÉM TÁ LIVRE


O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou o juiz Glaucenir de Oliveira a pagar 27 mil reais de indenização por dano moral a Gilmar Mendes. Glaucenir acusou Gilmar Mendes de corrupção por ter concedido habeas corpus a Anthony Garotinho. 


Magistrados organizaram uma vaquinha para ajudar Glaucenir a pagar a indenização. Pois é, coisas da Corte.

 

 

LANÇAMENTO DO BOTO ROCK FESTIVAL

 

Nesta quarta-feira (8/5), às 9h, a Prefeitura de Porto Velho, através da Fundação Cultural (Funcultural) apresenta a programação da 2ª edição do Boto Rock Festival. O local será o Parque Circuito.

 

 

 

 

 

BLOQUEIOS


O Bloqueio da BR-319, no início da manhã desta terça-feira (7), sentido Porto Velho (RO) – Humaitá (AM), e o bloqueio na Estrada do Belmont, no mesmo horário, revelam o reflexo de uma cidade sem comando. 

 

 

VEJA MAIS:

 

De um lado reclamações pela incompetência da falta de transporte escolar, do outro reclamações pela incompetência na conservação da principal via que leva a região portuária. São dois problemas crônicos que nunca são resolvidos deixando ao povo a alternativa da manifestação como forma de pressionar por uma solução. Prefeito, vice ( esse tem gente que nem sabe quem ele é ) e vereadores parecem ignorar uma triste realidade que só piora  a medida que o tempo vai passando. No caso dos vereadores, nem discurso inflamado acontece mais na câmara o que deixa a impressão de um comodismo que gera mais benefícios do que levantar bandeira em nome da população.

 

 

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS