close

CONGRESSO: Léo Moraes é relator de análise sobre preço na conta de luz no Brasil

A redução da tarifa cobrada aos contribuintes de Rondônia é uma questão sempre trazida em pauta por Léo Moraes

DA REDAÇÃO

28 de Maio de 2019 às 16:24

CONGRESSO: Léo Moraes é relator de análise sobre preço na conta de luz no Brasil

FOTO: (Divulgação)

O alto preço da tarifa de energia é certamente um dos pontos comuns de indignação em todo o país, independente de ideologia política ou partidária, pobre ou rico, todos vêm sofrendo com esse mal. Em Alguns casos a conta de luz chega a ser mais de 80% da renda total de uma residência.

 

Esse é um dos problemas com o qual o deputado federal Léo Moraes (PODE) decidiu enfrentar desde seus primeiros mandatos legislativos no estado de Rondônia. Através de audiências públicas, ações judiciais, entre uma série de medidas, chegando ao Congresso Nacional hábil para lidar nessa questão que influência diretamente no bem estar do cidadão brasileiro.

 

Nesta última segunda-feira (27), Léo Mores foi eleito o relator da subcomissão da Câmara Federal que irá investigar as causas, debater os motivos e analisar as melhores formas reduzir esse valor. Na última semana, o parlamentar se posicionou contrário à decisão da ANEEL de aumentar as bandeiras tarifárias durante fala tribuna no Congresso Nacional.


“Da minha parte não faltará luta e boas ações. Precisamos que o Executivo esteja convencido que estão maltratando quem menos tem condições de pagar altas tarifas. Estamos em busca dessa solução com o proposito de evitar que novos assaltos legalizados aconteça em Rondônia e em todo o Brasil”, afirmou o deputado Léo Moraes.

 

 

A redução da tarifa cobrada aos contribuintes de Rondônia é uma questão sempre trazida em pauta por Léo Moraes, que já declarou ser contra ao que ele considera “assaltos legalizados”, quando impostos de serviços essenciais tomam quase toda a renda produzida por uma família.

 

“Por que não permitir que estados geradores de energia elétrica deixem de pagar bandeira tarifária ou tenha uma cobrança diferenciada na alíquota dos impostos? Caminhos existem”, afirmou Léo Moraes.

 

A subcomissão será presidida pelo deputado Cássio Andrade, a vice-presidência fica com a deputada Aline Gurgel.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS