close

ESPAÇO ABERTO: Governo e TCE prometem fiscalização dura na construção de hospital

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

7 de Junho de 2019 às 08:40

ESPAÇO ABERTO: Governo e TCE prometem fiscalização dura na construção de hospital

FOTO: (Rondoniaovivo)

COLETIVA


Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (06) o governador Marcos Rocha e o Presidente do Tribunal de Contas do Estado, Edilson de Souza Silva, falaram sobre a generosidade do TCE ao doar 50 milhões para a construção do hospital Heuro. Souza explicou que a decisão foi tomada em comum acordo entre todos os conselheiros que concordaram que o JP II como está não consegue mais absorver a demanda.

 


PARA TODOS


Presidente do TCE e Governador frisaram que qualquer cidadão, independente de questão social ou influência, pode passar por situação de ser uma vítima e precisar do serviço público de emergência. Disseram que mesmo com a qualidade do corpo técnico do hospital João Paulo II, ninguém gostaria de ser internado em um ambiente carente de estrutura e condições adequadas de internação.

 

 
FISCALIZAÇÃO COM LUPA


O Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, Edilson de Souza Silva, disse ainda que o TCE vai fiscalizar com lupa a aplicação dos recursos que vão ser doados para a construção do Heuro. A afirmação, embora demonstre a seriedade com que o assunto vai ser tratado, deixa uma interrogação no ar quanto ao zelo com outros tantos empreendimentos incompletos que consomem fortunas do dinheiro público e nunca são finalizados.

 

 

 

 


GUAJARÁ-MIRIM


O Hospital Regional de Guajará-Mirim é um exemplo disso. A assinatura do contrato para a construção da obra foi em 2013, já foram feitos 03 aditivos a pedido da construtora contratada para o serviço, muito dinheiro foi gasto e até agora nada do hospital ficar pronto.

 


BALANÇO


A obra, inicialmente orçada em 12 milhões, já teria recebido só do Governo Federal 12 milhões 828 mil mais um repasse de 2 milhões e 777 mil do estado. A Caixa ainda tem um saldo de 1 milhão e 700 mil para repasse, mas só acontecerá após a medição da obra, que é o quanto a empresa já construiu em determinado período. 

 


PARA QUITAR


O deputado Neidson Soares, que é de Guajará-Mirim, diz que vem acompanhando todo o processo de construção do Hospital regional e espera que ainda este ano a obra seja finalmente concluída. Neidson explica que um acordo judicial havia definido a entrega da obra para fevereiro no entanto a construtora conseguiu uma prorrogação para mais 04 meses, o prazo final seria agora em 30 junho, mas pode ainda ocorrer outra prorrogação.

 

 

 

 


JUSTIFICATIVA


A empresa que ganhou a licitação disse que já concluiu 85% da obra e precisa de mais 03 milhões para terminar todo o empreendimento. Deputado Neidson diz que há ainda disponível para repasse 1 milhão e 850 mil da Caixa Econômica Federal, 400 mil do Estado, que já estariam empenhados,  e ainda faltariam 750 mil que, segundo Neidson, poderiam ser liberados pela Assembleia Legislativa via emenda parlamentar. A questão é: será que realmente esse montante financeiro resolveria o problema?

 

 

FILIAÇÃO


O ex-governador e atual superintendente do Sebrae em Rondônia, Daniel Pereira, saiu do Partido Socialista Brasileiro e se filiou ao Solidariedade. A assinatura da ficha de filiação foi nesta quinta-feira (06), na sede do Sindsef, na capital, com a presença de Paulinho da Força, Presidente Nacional do Solidariedade.


Daniel disse que não pretende ser candidato a prefeito nas eleições do ano que vem mas vai estar junto com o partido discutindo o que é melhor para Porto Velho.

 

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS