close

CONGRESSO: “Lei de abuso de autoridade é retrocesso”, afirma deputado Léo Moraes

O deputado Léo Moraes, vice-líder do PODEMOS na Câmara Federal, manifestou seu posicionamento contrário à derrubada dos vetos

ASSESSORIA

29 de Setembro de 2019 às 15:26

CONGRESSO: “Lei de abuso de autoridade é retrocesso”, afirma deputado Léo Moraes

FOTO: (Divulgação)

Nesta última semana o Congresso Nacional derrubou 18 vetos do presidente Jair Bolsonaro que restringia as disposições da lei de abuso de autoridade, vista por grande parte dos brasileiros como um projeto criado para barrar investigações e favorecer a corrupção.

 

O deputado Léo Moraes, vice-líder do PODEMOS na Câmara Federal, manifestou seu posicionamento contrário à derrubada dos vetos, que aconteceu de acordo com ele, de forma açodada e descumprindo o regimento da Casa, que deveria se dispor a analisar os pontos de forma mais aprofundada.

 

Apoio a Lava Jato

 

Para Léo Moraes, esse projeto é uma forma de barrar operações de combate que mudaram a cara do país e vem colocando criminosos do colarinho branca na cadeia. “Isso tudo para junto com outras atitudes, como é o caso da postura do STF, acabar com operações consagradas como a Lava-jato e também inverter a lógica de combate ao crime organizado”, afirmou.

 

Na sessão que derrubou os vetos, Léo Moraes deixou bem claro o seu posicionamento e de sua legenda dentro do Congresso Nacional, contrários à Lei de Abuso de Autoridade. “Nós, mais uma vez, votamos contra a Lei do Abuso de Autoridade. Continuamos a entender que dificulta as investigações da polícia, o trabalho do Ministério Público e do Judiciário”, disse.

 

Quem é quem


O parlamentar ainda ressaltou ser a favor de que se faça uma votação nominal para que a sociedade saiba como votam seus representantes quando o assunto é o combate e corrupção.

 

“Mais uma vez a classe política dá um exemplo de que não quer fazer o que a população pede, deseja, nas ruas do nosso Brasil. Grande retrocesso vivemos no ano de 2019, acompanhado pela maioria dos deputados e senadores”, falou.

 

Pontos necessários

 

Léo Moraes também fez que questão de ressaltar que apoia pontos inscritos na Lei que cortam benesses dadas a agentes públicos em detrimento à população.

 

“Sou favorável que se acabe com aposentadoria compulsória no caso de Juízes que cometem irregularidades. Mas essa é outra discussão. Quando ela estiver em pauta, já sabem que meu voto será para acabar com a mordomia de quem comete irregularidades”, finalizou.

 

Confira vídeo:

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS