close

FUNDO ELEITORAL: “Projeto é uma afronta ao cidadão brasileiro”, diz deputado Léo Moraes

O projeto permites que politicos que utilizem dinheiro publico para pagar advogados e financiar reformas.

DA REDAÇÃO

1 de Outubro de 2019 às 16:05

FUNDO ELEITORAL: “Projeto é uma afronta ao cidadão brasileiro”, diz deputado Léo Moraes

FOTO: (Divulgação)

O deputado federal Léo Moraes (PODE) se posicionou contrário às alterações do fundo partidário que passaram neste último mês de setembro pelo crivo do Congresso Nacional e permitem entre outras coisas, que os políticos utilizem esse dinheiro para pagar advogados e financiar reformas.

 

Para Léo Moraes esse projeto é uma falta de respeito com o cidadão brasileiro, que trabalha de forma digna para manter-se em pé em uma sociedade que cada vez aperta mais o cidadão de bem.

 

“Sou contra o aumento de dinheiro público do Fundo Partidário para pagar advogado de réus políticos e reformar imóveis e contra o aumento do Fundão Eleitoral, pois temos a saúde pública, segurança e educação pública como prioridade para os brasileiros. Trata-se de uma proposta imoral, imprópria e inadequada”, exclamou o congressista.

 

Ataques virtuais

 

Mesmo mantendo suas ações parlamentares em total transparência com a comunidade, expondo seus posicionamentos nas redes sociais, nas comissões e bancadas do Congresso, o deputado Léo Moraes foi alvo de ataques nas redes sociais que buscaram desinformar a população rondoniense em relação ao seu trabalho.

 

“Um cidadão fez essa montagem, embasada no que ele achou que foi a votação do projeto de alteração das regras eleitorais. Não procurou estudar a matéria ou conferir como foi à votação. Simplesmente achou melhor divulgar uma notícia falsa, sem responsabilidade nenhuma. Não é de hoje que mentiras são divulgadas como verdades, mas foi com o advento das redes sociais que esse tipo de publicação popularizou-se”, afirmou o deputado Léo Moraes.

 

Compromisso

 

O deputado segue em sua pauta de trabalho na Câmara Federal com a sua missão de sempre apoiar pautas que favoreçam a sociedade e lutar contra projetos que visam unicamente prejudicar o contribuinte brasileiro.

 

“Votei claramente contra as mudanças o projeto vindo do Senado e contra alteração da câmara dos deputados, ou seja, contra o aumento dos gastos públicos e possível aumento do fundão eleitoral”, reiterou Léo Moraes.

 

Trabalho

 

Na Câmara Federal o congressista é membro da comissão de Minas e Energia e atualmente é uma das principais vozes em Brasília contra os abusos na cobrança das tarifas de energia elétrica, além de ser um contra a Lei de Abuso de Autoridade, que visa prejudicar o combate a corrupção.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS