close

FELDEBERG: Dez servidores são afastados de suas funções à pedido da Polícia Federal

Vale ressaltar que não é de competência da Polícia Federal o afastamento de servidores de detentores de mandato eletivo

DA REDAÇÃO - JOÃO PAULO PRUDÊNCIO

5 de Dezembro de 2019 às 11:24

FELDEBERG: Dez servidores são afastados de suas funções à pedido da Polícia Federal

FOTO: (Divulgação)

A Operação FELDEBERG, movimentou o cenário politico rondoniense na manhã desta quinta-feira (5). De acordo com informações repassadas pela Polícia Federal, dez servidores públicos foram afastados de suas funções.

 

Vale ressaltar que não é de competência da Polícia Federal o afastamento de servidores detentores de mandato eletivo, ou seja, não houve afastamento de nenhum deputado estadual.

 

 As prisões

 

De acordo com informações repassadas pela Polícia Federal à reportagem, são raros os casos onde os presos são encaminhados diretamente ao presídio federal, sendo que os indiciados nos 14 pedidos de prisão autorizados pela Justiça devem ser encaminhados ao sistema penitenciário estadual.

 

“Após esse primeiro encaminhamento pode ser possível algum pedido para o presídio federal caso o preso ofereça alguma espécie de risco. Mas, isso após o cumprimento do mandado, uma vez que a PF e o DEPEN são órgãos distintos. Não há informações de solicitações para a detenção federal até o momento”, afirmou a PF através de sua assessoria de imprensa.

 

O nome FELDEBERG foi escolhida pela PF em alusão a cidade alemã que fica localizado no topo de uma floresta.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS