close
logorovivo2

EM CASA: Brasileiro viajou mais dentro do próprio País em 2018

Neste ano, 82% têm a intenção de viajar de um a quatro dias pelo Brasil

PANROTAS

28 de Maio de 2019 às 13:57

EM CASA: Brasileiro viajou mais dentro do próprio País em 2018

FOTO: (Divulgação)

Os brasileiros estão na lista dos países que menos fizeram viagens internacionais em 2018. É o que diz uma pesquisa da Booking.com realizada em 31 países, considerando viagens de cinco dias ou mais. O resultado mostra uma queda, visto que em 2017 foram registradas mais saídas do País.

 

Teria a alta do dólar influenciado nas escolhas dos passageiros? Apesar da instabilidade econômica, em 2019, 47% pretendem viajar para fora do País por no mínimo cinco dias.

 

VIAJANDO PELO BRASIL

 

Quando se trata de viagens domésticas, porém, o brasileiro é o sétimo que mais viajou dentro do próprio País por mais de cinco dias. Esse tipo de viagem cresceu em relação a 2017. Entre as respostas da pesquisa, 25% dos brasileiros disseram ter viajando de cinco a nove dias a passeio no ano passado. Neste ano, 82% têm a intenção de viajar de um a quatro dias pelo Brasil e 70% também se interessam em conhecer o País, mas com roteiros acima de cinco dias.

 

 

10 nacionalidades que menos viajaram internacionalmente em 2018

 

10 nacionalidades que mais viajaram domesticamente em 2018

Japão

Coreia do Sul

Brasil

México

Estados Unidos

Colômbia

Canadá

Espanha

Itália

Taiwan

Filipinas

Croácia

Indonésia

Índia

Colômbia

Vietnã

Brasil

Malásia

Rússia

França


 

ESCOLHENDO O DESTINO

 

Eles também responderam sobre os motivos que os fazem escolher um destino: segurança e paisagens naturais (88%), limpeza e culinária local (87%), praias de qualidade (86%) e baixo custo de alimentação e atrações (84%). Quanto aos pontos negativos, estão o medo de ter algo roubado (47%), locais inseguros (43%) e não gostar da viagem (36%).

 

Wi-fi gratuito em hotéis é uma comodidade importante para 72% dos brasileiros

 

FECHANDO O HOTEL

 

Cerca de 42% das pessoas faz suas reservas de hotéis por conta própria, sendo que 56% utiliza sites e aplicativos para isso. Os preços, localização e avaliação de um meio de hospedagem importam para 38% das respostas. wi-fi gratuito (72%), ar-condicionado (71%) e restaurante no local (63%) também são relevantes, assim como os métodos de pagamento (36%) e instalações (32%).

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS